Home CIDADES CASIMIRO DE ABREU FEBRE AMARELA – ATENÇÃO!

FEBRE AMARELA – ATENÇÃO!

6 min read
0
1
500

Febre Amarela em nossa Região

Estamos passando por uma crise sem precedentes. A economia, a sociedade e agora a Saúde do Estado do Rio de Janeiro, refletem uma penúria que nos mostra o tamanho desta regressão. O caso fatal de febre amarela registrado no Município de Casimiro de Abreu nos faz lembra as lutas de Oswaldo Cruz, numa época que o Rio se amontoava em cortiços, no início do século passado, quando não havia rede de esgoto, a higiene era precária, havia pouco conhecimento sobre as doenças que flagelavam a população, como febre tifoide, febre amarela, tifo, assim como a cidade de Santos, com o seu famoso porto, era assolado pela peste bubônica.

A própria cidade do Rio de Janeiro era chamada de “túmulo de estrangeiros” pois a febre amarela matou, de 1897 a 1906, cerca de quatro mil imigrantes.

Oswaldo Cruz pediu ajuda do exército, para fazer uma vasta e rigorosa campanha, tal que houve até uma manifestação violenta chamada “ Revolta da vacina”, pois a população ignorante dos perigos, considerava ditatoriais as medidas rigorosas do famoso Higienista. Ele dava ordens para os militares invadirem as casas para saneá-las com produtos contra os mosquitos e vacinar compulsoriamente os familiares.

Em 1907, a febre amarela foi considerada erradicada do rio de Janeiro…. E eis que agora o mesmo problema surge, de forma gigantesca, dado o tamanho atual da população a descoberto, e as dificuldades e contratempos de vacinar de modo efetivo e com cobertura total. O perigo já havia sendo identificado com a morte de bugios, identificados com a doença, pois estes animais são chamados de sentinelas, mostrando os locais onde o vírus está atuando.

É totalmente incoerente, cruel e ineficaz a atitude intempestiva de algumas pessoas em pânico, de tentar executar todos macacos. O perigo não está neles, eles são apenas vítimas, pois são mais suscetíveis à doença, e demonstram de forma mais exacerbada os sintomas, sinalizando a sua presença. O problema é a ineficiência no controle dos vetores. ´

Apenas para lembrar, onde estão as libélulas? Quem tem visto libélulas, que são as mais ferozes inimigas do Aedes? Infelizmente, a maioria foi dizimada pelo uso ininterrupto de inseticidas, a maioria dos quais o adaptável mosquito já se tornou resistente. Se houvesse um movimento de se combater com as armas biológicas este algoz, certamente já seríamos vencedores. Esperamos que este ponto de vista tenha cada vez mais adeptos.
Não querendo me alongar no tema, já tão abordado nos últimos dias, gostaria de compartilhar a mensagem da Associação do Mico Leão Dourado, lembrando que o santuário destes animais em Silva Jardim e Casimiro de Abreu, área de alto risco, é o último refúgio DO PLANETA desta espécie em risco de extinção. Há uma estratégia de vacinar estes animais, cerca de 200 espécimes. É uma tragédia anunciada, mas esperamos que não se concretize e consigamos controlar o surto sem maiores baixas, animais ou humanas.

Cada um, cidadão responsável, procure os postos de vacinação, não alimente animais selvagens, ou os traga para a cidade, longe de seu habitat natural. Se encontrar um macaco doente ou morto, não mexa nele, e chame as autoridades responsáveis e vamos tentar manter a Natureza intata, para haver mais equilíbrio nesta nossa Terra tão combalida. Vamos nos informar dos perigos, divulga-los e sermos agentes de prevenção e Equilíbrio.

Alex Hudson

contato@rbrj.com.br


Load More Related Articles
Load More By Administrador
Load More In CASIMIRO DE ABREU
Comentários estão fechados.

Verifique Também

ONDE ESTAMOS???

Onde Estamos??? Davi Henrique Os que me conhecem sabem da minha paixão por fazer perguntas…